terça-feira, abril 14, 2015


Menor armado enfrenta equipe do CHOQUE e morre em confronto na noite de ontem na Nova Russia.

1

Policiais Militares pertencentes ao Pelotão de Choque do 1º BPM apreenderam armas e drogas na noite de segunda-feira (13/04). 

Durante as ações policiais, desencadeadas na região da Vila Hilgemberg, em Ponta Grossa, houve confronto entre os policiais e um dos infratores. 

Seis suspeitos de envolvimento com o tráfico de entorpecentes e armas foram encaminhados à delegacia. 

A ocorrência teve inicio por volta de 19h40min, quando os policiais receberam uma denúncia anônima informando que vários indivíduos estariam em um beco próximo à Rua Salvador de Mendonça, na Vila Hilgemberg, associados para a venda de entorpecentes e armas de fogo.

Equipes do Pelotão de Choque, de posse dessas informações, montaram um cerco policial naquela região, realizando uma incursão pelo beco mencionado na denúncia. 

Ao abordarem os suspeitos, um dos envolvidos, um adolescente de 16 anos, portando um revólver calibre 38, desobedeceu às ordens policiais e resistiu à prisão, apontando sua arma de fogo em direção à equipe PM, mas foi alvejado e detido. 

Equipes do SIATE e SAMU foram imediatamente acionadas para o local, mas o menor não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito.

O mesmo foi identificado como M.A.R.



Um segundo adolescente (17) envolvido tentou evadir-se à abordagem policial, mas também foi detido. Com ele a PM apreendeu outro revólver calibre 38, além de aproximadamente 800 gramas de maconha e uma balança de precisão. No momento da abordagem, um terceiro infrator portava consigo aproximadamente seis gramas de crack e também foi detido.

Ao todo, cinco adultos e um adolescente foram conduzidos à delegacia, juntos aos demais objetos de ilícito apreendidos, para os procedimentos cabíveis ao caso.

Com Informações da PM





1 comentários:

Anônimo disse...

é uma pena mas como diz o ditado um traficante a menos para pertubar e encher o saco da população só meus pesames para a família do menor mas se não enfrentasse a polícia estaria vivo

Postar um comentário