terça-feira, maio 05, 2015


Resgate animal: Nem tudo foi festa na Final de Operário e Curitiba

0

Relatório do 2º GB
05/05/2015 
08:30
CB Ponta Grossa
Captura e/ou remoção de animal
Resgate de animal
Endereço: Rua CESAR HADAD, Num: 109 -- Bairro: Uvaranas
Referência: rua paralela com Arnaldo Jansem 
Municipio: Ponta Grossa
ABT 4497 (Posto Uvaranas)
..............

Nem todos ficaram muito felizes com o resultado do jogo entre Operário 3 x 0 Curitiba no último domingo, resultado este que deu ao Fantasma o título de Campeão Paranaense de 2015.

Com todos foguetes que foram estourados, a Cristal uma cachorra acabou se apavorando com os estrondos e procurou refúgio em um lugar inusitado, ela acabou ficando presa entre duas paredes no Jd La Fiori e foi resgatada somente hoje pela manhã pelo Corpo de Bombeiros equipe do Posto Uvaranas.

Cristal foi encontrada hoje pela manhã, e devido a dificuldade em retirar o animal, devido ao local que se encontrava os Bombeiros foram acionados, a equipe conseguiu resgatar a cachorra e devolver a seus donos.
....

Por que o barulho dos rojões incomoda tanto os cachorros?

Você se incomoda com o barulho dos rojões em dias de jogos de futebol ou em outros tipos de comemorações? Quem também pode não gostar nem um pouco das explosões é o seu cãozinho de estimação, que possui uma audição bem mais sensível do que a sua.

Os cães possuem uma capacidade auditiva diferente do ser humano. Assim, para efeitos de comparação, o ouvido canino é capaz de perceber sons com frequência entre 10 Hz (Hz = Hertz, uma unidade de medida da frequência de uma onda) e 40.000 Hz; já o homem percebe sons na faixa de 10 Hz a 20.000 Hz. Além disso, os cães conseguem detectar sons quatro vezes mais distantes que o ser humano. Isto acontece por razões de evolução e adaptação: o ser humano, com seus olhos posicionados bem à frente (ao contrário dos cães, que são mais laterais), consegue focar um objeto com maior precisão, além de ter um campo visual maior. Com esse aprimoramento da visão, a audição ficou em segundo plano. Nos cães, há maior dependência do sentido auditivo que nos homens; assim, sua audição deve "compensar" a sua visão. Por fim, o ser humano se tornou tão especializado em suas faculdades mentais (cognição e raciocínio) que a audição é apenas mais um suporte ao processo (junto com todos os outros sentidos).

Fonte:Dr. Carlos Artur Lopes Leite
Médico-veterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UFMG e doutor em Clínica Veterinária pela Unesp de Botucatu-SP








0 comentários:

Postar um comentário