quarta-feira, agosto 05, 2015


Estelionatário que aplicava golpes em Ponta Grossa foi preso pela PM na noite de ontem

0


Policiais Militares da 1ª Companhia do 1º BPM prenderam na noite de ontem, na cidade de Ponta Grossa, um rapaz acusado de estelionato, aplicando golpes conhecidos como “conto do paco” e “vira cartão”.

Por volta das 19h50min, a equipe recebeu denúncia de que o condutor de um veículo Vectra, cor prata, estaria de posse de vários cartões bancários, sendo suspeito de ter aplicado diversos golpes nesta cidade. 

Em patrulhamento a equipe avistou e abordou o veículo e, em vistoria no interior do mesmo, foram localizadas cédulas de dólares, jóias (bijuterias) e diversos cartões de crédito de pessoas distintas. O condutor, sendo questionado sobre a procedência dos objetos, confessou que era hóspede de um hotel na área central e estaria, com outro indivíduo, de passagem pela cidade, aplicando golpes e na sequência deslocariam para São Paulo.

O comparsa não foi localizado no hotel, porém, mais uma certa quantia em dinheiro foi apreendida no quarto.

O detido relatou mais dois golpes que tinha aplicado em idosos recentemente. Diante dos fatos, o rapaz foi encaminhado para a Delegacia para as devidas providências.

A Polícia Militar orienta a população que os golpes geralmente se iniciam com maços de dinheiro caídos no chão ou com a abordagem por pessoas que parecem bem intencionadas próximas de áreas bancárias, logo após saques de dinheiro efetuados pelas vítimas. Seguem algumas dicas de segurança que frustram esse tipo de golpe:

- Evite a conversa com pessoas estranhas, dentro ou fora do banco. Em caso de dificuldade, peça ajuda somente para funcionários do estabelecimento bancário.

- Não revele sua senha para terceiros.

- Se precisar transportar muito dinheiro, não ande sozinho. Procure a companhia de parentes, amigos ou seguranças.

- E no caso de suspeitar estar se envolvendo em golpe, se afaste e acione a Polícia Militar, passando o maior número de características possíveis dos autores.
.....

Fonte: Comunicação Social do 1º BPM.


0 comentários:

Postar um comentário