segunda-feira, agosto 24, 2015


Moicano volta a PG: Policia tenta descobrir outros acusados no triplo homicídio no motoclube

0


Em ação conjunta, policiais civis do setor de Homicídios de Ponta Grossa, e a Delegacia de Homicídio e proteção a Pessoa (DHPP), deflagraram uma operação na tarde da última sexta-feira (21), na Ciudad del Este, no Paraguai, que resultou na prisão de Donizete José de Almeida, conhecido por "Moicano". Ele é o principal suspeito de um triplo homicídio que aconteceu em julho deste ano em um motoclube, aqui em Ponta Grossa.

A ação contou com o apoio de policiais civis de Foz do Iguaçu e do Paraguai. "Moicano" era considerado foragido da Justiça, pois estava com a prisão decretada há mais de um mês. O suspeito estava no país vizinho há vinte dias.

Para a delegada responsável pelo caso Tânia Sviercoski, "o trabalho integrado da Polícia Civil e o serviço da Inteligência da polícia paraguaia foi fundamental para o sucesso da operação", lembra a delegada. 

De acordo com informações policias o suspeito estava se preparando para inaugurar um bar na Ciudad del Este quando foi surpreendido e detido. "Moicano" não ofereceu resistência a prisão. “A prisão ocorreu após Moicano ser detido por policiais paraguaios, onde foi apresentado no setor de Imigração do país vizinho. Logo em seguida foi entregue às autoridades brasileiras na Ponte da Amizade” lembra a delegada responsável pelo caso.

O delegado adjunto da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), Francisco Caricatti, ressaltou que “a identificação dos demais participantes e a localização do autor do crime no país vizinho foi graças a união das forças de segurança”.

O CRIME: O tiroteio aconteceu na madrugada do dia 12 de julho na sede do motoclube, no bairro Uvaranas. A confusão começou depois que o suspeito teria assediado a mulher de Marcelo Elias, 33 anos. 

De acordo com as investigações uma briga teria ocorrido, e o suspeito teria ido embora do local e retornado meia hora depois com mais dois homens. Eles estavam armados e teriam efetuado mais de dez disparos na direção de Marcelo e seus amigos.

Marcelo Elias e Thiago de Andrade, 31 anos, morreram no local, João Paulo França Stoll Nogueira, 55, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Depois de chegar em Ponta Grossa no sábado, o detido foi levado para Curitiba na mesma tarde, e hoje segunda feira, 24/08 retornou para Ponta Grossa depois de ser apresentado em Curitiba.

Agora Moicano deverá ficar preso em Ponta Grossa, até que a policia conclua o inquérito.

Falta agora a identificação dos dois atiradores que acompanhavam Moicano na madrugada dos fatos.

Com informações da PC.


     Imagens de sábado 22/08, chegada de Moicano na delegacia e saída para Curitiba.




                                           Imagens desta segunda feira 24/08






Dia da Prisão de Moicano, sexta feira 21/08



0 comentários:

Postar um comentário