terça-feira, outubro 20, 2015


PM e PF apreendem quase 5 toneladas de maconha em operação na tarde de ontem.

0


Uma ação conjunta da Polícia Militar do Paraná, por meio do 14º Batalhão de Polícia Militar (14º BPM), juntamente com a Polícia Federal, resultou na apreensão de 4,7 toneladas de maconha na tarde de ontem, segunda-feira (19/10), na cidade de Foz do Iguaçu (PR), no oeste paranaense. "Até agora, esta apreensão supera as 4,5 toneladas já apreendidas, em diversas ações, na região, em 2015”, apontou o porta-voz do 14º BPM, tenente Murilo Mendonça Mendes. Em todo o Estado, está é a maior apreensão de maconha de 2015. Na ocorrência, um homem de 43 anos foi preso e um revólver de calibre .38 apreendido.

Na manhã de ontem (segunda), a Polícia Federal repassou informações ao 14º BPM de que em uma casa, localizada na rua Fortaleza, no bairro Jardim Petrópolis, haveria uma grande quantidade de drogas. “Uma equipe do Serviço Reservado foi até o local e monitorou toda a área, confirmando que havia atividade suspeita na casa”, explicou o tenente Mendes.

Por volta das 16h, as equipes policiais da Polícia Militar entraram na propriedade e anunciaram a abordagem a um homem que ali estava. Nos cômodos da residência, os policiais militares encontraram centenas de tabletes de maconha, além de um revólver de calibre .38 e três munições.

“A droga foi pesada no local e somou 4.790.000 kg de maconha. O homem preso no local disse aos policiais que apenas fazia a guarda da casa, sem repassar mais detalhes”, conta o tenente Mendes. Após os procedimentos legais no local, a droga foi levada até a 6ª Subdivisão Policial (6ª SDP) de Foz do Iguaçu (PR), para as providências cabíveis.

Ainda de acordo com o oficial da PM, a apreensão representa um golpe ao tráfico interestadual, pois devido a grande quantidade poderia abastecer diversos municípios do Paraná e outros estados do Sudeste e Sul do país. Além disso, a maconha apreendida nesta ocorrência tem grande valor comercial. “Sabemos que a maconha tem um valor aproximado de R$ 1 mil por quilo no Paraná, então, com certeza, a apreensão das 4,7 toneladas gerou mais de R$4 milhões em prejuízo aos traficantes, sem considerar que ela seria vendida fracionada”, apontou.

O policiamento tem sido reforçado pela Polícia Militar nas regiões de barrancas do rio Paraná, um dos principais rotas da entrada da droga no Paraná, com o intuito de impedir a entrada de drogas no estado. “Temos intensificado as ações nas margens do rio Paraná e do lago de Itaipu, identificando ações suspeitas e flagrando tráfico de drogas, armas e de produtos. Esses locais são as principais portas de entrada da droga para chegar aos municípios do Paraná e também de São Paulo, Rio de Janeiro e do sul do país”, disse.

O tenente Mendes destacou também sobre a importância das denúncias anônimas no combate ao tráfico de drogas. “A maioria das apreensões de drogas, sejam pequenas ou grandes, se deve a denúncias anônimas, as quais auxiliam as equipes policiais a localizar pontos de venda e depósitos de entorpecentes. Pedimos a população que continue contribuindo com a segurança pública relatando qualquer situação suspeita pelos telefones 190 e 181”, acrescentou.

Fonte: PMPR/ Marcia Santos-Jornalista PMPR



0 comentários:

Postar um comentário