terça-feira, outubro 06, 2015


Queimado:PC prende mulher suspeita de atentar contra a vida do ex marido.

2

Foi presa hoje pelo delegado Marcus Vinícios Sebastião, titular do 2º Distrito Policial, Josiane Aparecida de Camargo da Silva, ela é suspeita de atentar contra a vida do seu ex marido Emerson Luis da Silva, 47 anos , que morreu no domingo dia 04/10 em Londrina.

Emerson morreu em consequência das graves queimaduras que sofreu na madrugada do dia 23/09 aqui em Ponta Grossa, ele teria chegado sozinho, dirigindo e pedindo ajuda no Hospital Municipal, no mesmo dia ele foi transferido para Londrina devido a gravidade dos ferimentos.

Conforme o delegado já havia dois processos onde Josiane constava como suspeita em tentativas contra a vida de Emerson, por intoxicação medicamentosa e envenenamento, os dois casos denunciados pela própria vitima.

Com informações baseadas nestes inquéritos e com os últimos acontecimentos onde Emerson foi vitima chegando a vir a óbito, o delegado pediu pela prisão temporária de Josiane, a qual foi concedida pela justiça pelo prazo de cinco dias, a prisão aconteceu quando ela foi até a delegacia prestar depoimento nesta terça(06/10).

Na tarde de hoje, depois de Josiane ser detida e encaminhada para o Presidio Hildebrando de Souza, o delegado acompanhado de investigadores e também de uma perita do Instituto de Criminalística esteve na casa onde Emerson morava no Olarias. 

No local foram encontradas roupas queimadas e um tênis também com marcas de ter sido queimado, os objetos foram recolhidos pois possivelmente eram as peças que ele usava no dia.

Segundo Josiane, ela estava em Santa Catarina na data em que Emerson sofreu as queimaduras,e segundo suas palavras ele teria se queimado quando ateou fogo na casa dela naquela madrugada. 

                                                           Reprodução


Imagens da casa de Josiane enviadas para a página por ela.




Dia 23 de setembro quando Emerson foi transferido para Londrina







    Pericia na casa de Emerson, 06/10.










2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns ao trabalho da polícia. Pena que foi tarde demais, poderiam ter pego ela antes que ele morresse.

sandra mara disse...

mas avisado eles estavão ,só não fizeram,e a casa ela pode ter posto fogo sozinha ,mas nunca é tarde para fazer JUSTIÇA

Postar um comentário