quarta-feira, dezembro 02, 2015


Comerciante é morto a pancadas, corpo foi encontrado na manhã de hoje.

3

O corpo do comerciante Marcelo Cordeiro Pereira, 45 anos foi encontrado na Rua Bernardo Guimarães a esquerda da Associação do Servidores do Comércio localizado no Bairro Santa Tereza.

Seu carro uma Saveiro estava encalhada em um atoleiro na estrada, e mostrava que tentaram tirar ela do local o que não foi conseguido, uns 200 metros a frente  estava o corpo do comerciante o qual trabalhava em seu mercadinho e revenda de água e gás na Vila Pinheiro.

Segundo a perita que esteve no local um objeto contundente, o qual não foi encontrado, foi utilizado para espancar Marcelo principalmente na cabeça, tendo inclusive exposição de massa encefálica, havia também ferimentos na região do pescoço e no rosto.

Segundo as informações conseguidas pela página do RS POLICIA, Marcelo esteve ontem na casa de sua ex esposa e saiu de lá por volta das 22h dizendo que iria pra casa, o comerciante estaria morando no Santa Clara. 

Conversado também com um funcionário de uma propriedade próxima de onde foi encontrado o corpo, ele disse não ter visto nem mesmo ouvido nada, segundo as informações ele juntamente com outras pessoas estavam inclusive fazendo um churrasco na sede, e ficaram no local até por volta das 03h da manhã, e até este horário não haviam percebido nada de anormal, a saída da propriedade fica do outro lado, a estrada onde foi encontrado o corpo é pouco usada, principalmente a noite.

A policia recebeu um comunicado pela manhã que no local havia um moto abandonada, para o local foi deslocada uma equipe RPA que localizou o carro e também o corpo, acionando os demais órgão que compareceram até o endereço.




Proibida a reprodução de imagens sem autorização do administrador da página































3 comentários:

Luis Fabiano Camargo Barbosa disse...

Tirar a vida de um trabalhador e pai de família !! justiça seja feita. Meus sentimentos aos familiares.

Roseli Pereira disse...

Um ano de impunidade até hoje choro a perda de meu irmão até quando vamos viver nesse mundo de violência onde matam e não são pegos..saudades eternas meu amado irmão

Roseli Pereira disse...

Um ano de impunidade até hoje choro a perda de meu irmão até quando vamos viver nesse mundo de violência onde matam e não são pegos..saudades eternas meu amado irmão

Postar um comentário