sexta-feira, dezembro 18, 2015


DENARC queima mais de 1,5 tonelada de droga na tarde de hoje

0

O Núcleo de Ponta Grossa da Divisão Estadual de Narcóticos (DENARC), da Polícia Civil do Paraná, realizou na tarde de hoje (18/12) uma operação para incinerar mais de 1,6 tonelada de drogas, resultado de parte de apreensões realizadas pelo Núcleo na cidade de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais durante o ano de 2015.

Sob forte aparato policial, a queima do entorpecente foi realizada em uma indústria localizada na região industrial da cidade. Com predominância de maconha, também foram incinerados crack e cocaína.

O delegado titular do Núcleo de Ponta Grossa da DENARC, Eduardo Machado de Oliveira, ressalta que todo o entorpecente apreendido e destruído na data de hoje é fruto do grande trabalho desenvolvido pela equipe de policiais civis da Denarc.

Ao todo, foram incinerados na tarde de hoje 1.648 quilos de entorpecentes. As apreensões da droga destruída hoje ocorreram durante o ano de 2015 em várias cidades da região, como Ponta Grossa, Carambeí, Prudentópolis e Imbituva.  

A lei prevê que a destruição dos entorpecentes pode ser feita logo após a apreensão da droga, mediante autorização judicial, com a adoção do procedimento de recolhimento de amostras da droga para a perícia e contraprova.

Segundo Machado de Oliveira, o processo de queima dos entorpecentes representa a última etapa de um ciclo do trabalho policial, que consiste nas investigações, apreensão da droga, indiciamentos dos investigados pelo crime de tráfico ou associação e, por fim, a incineração.

Esta é a segunda incineração de drogas realizada pela Denarc em Ponta Grossa neste ano de 2015. A primeira, realizada no mês de maio, já havia destruído uma tonelada de entorpecentes. "Este procedimento de incineração, além de ser a destinação necessária para um material que não tem outra utilidade, é uma forma de prestar contas do nosso trabalho para a sociedade de Ponta Grossa e região”, afirma o delegado.

 Os policiais enfatizam que grande parte da droga incinerada no dia de hoje é resultado de investigações que se originaram com denúncias da população, que devem ser feitas através dos telefones (42) 3229-4485 e (42) 3219-9750, ou por meio do 181 – Narcodenúncia.






































0 comentários:

Postar um comentário