quinta-feira, março 17, 2016


Confronto:3 morrem e 5 são presos pela PM, todos integrantes de quadrilha que agia em PG

6

Depois do encontro do corpo do Cabo Pigatto da PM e de Luci de Fátima Galvão Bulek na região da Ponte Preta no Alagados a Policia Militar colocou todos os homens do Serviço de Inteligência da Policia Militar(P2) para investigar quem teria participação no assassinato do casal.

Ainda no dia ontem as equipes da P2 conseguiram informações importantes sobre quem teria ficado encarregado de levar o carro de Luci uma Nissan Frontier para ser vendida no Paraguai.

A camionete que foi roubada na noite de terça feira (15/03) na região do Jd Carvalho foi vendida por 6.000 mil reais, a quadrilha não se contentou em só roubar o veículo neste caso, acabaram levando Luci e o Cabo Pigatto como reféns.

Segundo as informações repassadas para a policia , o casal foi levado para a região do Alagados, e no local foram mortos, antes da execução, o cabo segundo um dos detidos teria conseguido se soltar e fugiu, mas resolveu voltar por causa de Luci que teria ficado em poder dos bandidos, assim foi amarrado novamente com um cadarço de tênis, nesta altura segundo um dos envolvidos eles já sabiam que José Osni Pigatto, era cabo da Policia Militar aposentado.

Segundo os levantamentos feito pela policia  teria sido Willian Cristiano Correia de Almeida , 24 anos que teria atirado em ambas as vitimas as quais foram mortas com tiro na cabeça.

Com a informação do puxador do carro roubado a policia ficou monitorando a chegada de Julio Cesar Pereira da Silva Santos, 34 anos que foi preso ao retornar para Ponta Grossa com o dinheiro conseguido com a venda da Nissan.

Já na manhã de hoje equipes da P2 com apoio de RPAs fecharam o cerco a casa onde a quadrilha se reunia na região da Vila São Vicente de Paulo na Rua Elói Luís Menegoto em Uvaranas, próximo ao Cemitério Vicentino, neste local , houve resistência por parte de dois dos integrantes da quadrilha, os quais acabaram sendo mortos no confronto, ambos estavam armados com revólver calibre .38 que foram apreendidos e recolhidos pela perícia. 

Os mortos neste confronto que aconteceu por volta das 11h20, foi Mateus de Jesus Gomes, 18 anos e Edilson Roberto Chauchuty, 18 anos

Neste local foi apreendida também uma menor, de apenas 15 anos, a qual teria confirmado participação nos roubos, inclusive segundo o Major Edmauro, comandante do 1º BPM, que se fez presente no local da ocorrência, ela teria dito que servia de isca para alguns casos, e citou que nos roubos de alguns carros ela teria participação juntamente com os que morreram no confronto, ela teria citado também o roubo a casa de um GM de onde foi roubado a arma, uma pistola e o colete do Guarda Municipal.

Outros dois veículos Peugeot  roubados nos últimos dias , um deles que foi capotado na região do Costa Rica e outro que foi tomado em assalto em um semáforo na Monteiro Lobato teria envolvimento da quadrilha

Outro caso citado foi o roubo de um Renault Duster, veículo utilizado como táxi pela vitima da quadrilha, o taxista foi levado para a região da Estrada do Kalinoski e lá foi agredido com coronhadas na cabeça e facadas pelo corpo, depois foi deixado no meio do mato ao lado da estrada, acreditando ter matado o taxista, os acusados retornaram com o carro da vitima para a cidade, deixando lá o que acreditavam ser o corpo da vitima, o qual conseguiu se arrastar até a estrada onde foi visto todo ensanguentado e ali socorrido por uma equipe do Siate e equipe médica do Samu.

Seguindo com as investigações, faltava ainda um para ser preso, Willian, que seria o autor dos disparos que mataram o casal no Alagado.

Em um cerco na região realizado por equipes da P2, RPA e Motos, Willian Cristiano Correia de Almeida  ao perceber que seria preso, saiu da casa correndo de arma em punho e fugiu pelos fundos , houve perseguição e confronto, ele também foi baleado e morreu no local, assim como nos casos que acontecerem no final da manhã equipes do Siate do Corpo de Bombeiros e equipe médica do SAMU foram acionadas, mas nada puderam fazer.

Os corpo foram encaminhados para o IML depois do trabalho realizado pela Criminalística no local.

Em entrevista ao RS POLICIA,  comandante do 1º BPM Major Edmauro Assunção, disse que ali terminava o trabalho da Policia Militar , pois todos os envolvidos com essa quadrilha que vinha agindo com extrema violência na cidade estavam fora de circulação.

Além de Julio e da menor de 15 anos, outros três foram detidos pela Policia Militar, um jovem de 18 anos e outros dois adolescentes de 12 e 14 anos, eles teriam participações em alguns crimes da quadrilha.



              Julio Cesar, elemento que levou a Nissan para ser vendida no Paraguai




























































6 comentários:

Anônimo disse...

Meus parabéns para à equipe.Ponta grossa agradecê.

Anônimo disse...

deveriam fazer isso com todos os bandidos, não somente quando matam um policial

Unknown disse...

Otimo trabalho da polícia espero que esse tipo de ação nao aconteça apenas quando um bandido tomba um policial e sim sempre bandido bom é bandido morto melhor gastar com uma cápsula que engorda vagabundo e especializar essas escória no mundo do crime

Anônimo disse...

Bandido tem que morrer mesmo, tenho dó dos pais,que não sabem o que estão criando.

Anônimo disse...

sujestao porque apolicia nao poe en ponta grossa carro isca para pegar ladroes de camionetes e carros?
como tem nos EUA
militao esplanada

Anônimo disse...

Quem diria que PG iria ser palco de elementos imundos como estes. Nossos seguranças públicos fizeram bem seu trabalo.

Postar um comentário