sexta-feira, março 18, 2016


Cruel: Bandidos invadem casa na área central e matam morador a pancadas

2


O corpo de Renato Voigt,43 anos, morador da Rua General Carneiro que fica na região central de Ponta Grossa foi encontrado na manhã desta sexta feira.

Um familiar de Renato ao chegar pela manhã por volta das 07h, percebeu que a porta da casa estava arrombada e foi verificar, percebeu que tudo estava revirado, ao ir olhar melhor percebeu a vitima de bruços com os pés e mãos amarrados ele estava muito machucado.

Acionado o Siate do Corpo de Bombeiros, os quais ao chegarem no local acionaram a equipe médica do Samu que atestou a morte da vitima.

A forma utilizada pelo ladrão ou ladrões, foi muito cruel , pois após amarrar a vitima houve o espancamento com a vitima já imobilizada, e a crueldade foi tanta que o espancamento acabou com a morte de Renato.

Da casa foi notado primeiramente a falta de dois notebooks e um vídeo game.
A Policia Militar que atendeu a ocorrência acionou a Criminalística e IML , o corpo foi recolhido após a pericia ser feita no local.

Este crime é tratado como latrocínio pela Policia Civil que assumiu o caso, o terceiro registrado somente esta semana em Ponta Grossa( no primeiro caso, foram mortos o Cabo Pigatto da PM e Luci , sua namorada).









                                                                     Reprodução

2 comentários:

ursokirky disse...

Bandidos malditos! mataram meu colega de infãncia! não temos segurança pública poderemos ser os próximos a qualquer momento o jeito e ter arma em casa já que não tem pena de morte para esses vermes malditos o povo tem que aprender a se defender. bandido bom é bandido morto!cadê os direito humanos pro Renato?

MARCOS ROGER SAFFRA disse...

Que DEUS conforte a família deste rapaz. Certamente aquele ou aqueles que fizeram essa crueldade irão pagar mais cedo ou mais tarde. Basta vermos os três que foram mortos pela polícia esta semana, àqueles que executaram o casal. Já vão tarde malditos, três vermes à menos para atormentar o cidadão de bem.

Postar um comentário