domingo, abril 10, 2016


Grave:Carro capota depois de bater em poste na Antonio Saad, motorista sofre TCE

1

O acidente aconteceu na noite deste domingo (10/04) na Avenida Antonio Saad por volta das 20h e deixou o motorista ferido e preso nas ferragens do carro um Renault Clio que capotou após bater contra um poste de iluminação, toda a região ficou sem luz depois do sinistro.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu estiveram no local e retiram a vitima que ficou inconsciente e ficou encarcerado no interior do carro que ficou capotado no local.

As equipe de resgate socorristas e médico contaram também com apoio de agentes da AMTT e de populares que ajudaram na liberação e condução da vitima até a ambulância.

O acidente atraiu a atenção de muitas pessoas que se deslocaram de carro e apé para o local do acidente para acompanhar o trabalho das equipes do Corpo de Bombeiros, Samu e AMTT que estiveram no local.

O motorista  Marcelo Arantes após ser resgatado e liberado do carro que teve que ser amarrado e escorado enquanto a vitima era liberada foi encaminhado para o Hospital Regional com TCE moderado, segundo as informações no local ele não corre risco de morte.
.....

Relatório do Corpo de Bombeiros
10/04/2016 
20:09
Posto Nova Russia
Acidente em meio de transporte - Choque (colisão contra anteparo)
Atendimento pré-hospitalar,Estabilização de veículo,Isolamento do local,Transporte ao hospital
Endereço: Rua Antonio Saad do nº 1001 em diante, Num: s/n -- Bairro: JARDIM ATLANTA
Referência: próximo ao Terra Nova
Municipio: Ponta Grossa
ABS 9580 (Central)
AA 8310 (Posto Nova Russia)
ABTR 8753 (Posto Nova Russia)

MARCELO ARANTES, 34 anos, Ferimentos considerados graves sem risco à vida 
Destino: Hospital Regional

Automóvel marca renault, modelo clio, placa DLF 0145/Ponta Grossa - Pr -- MARCELO ARENTES


























1 comentários:

Anônimo disse...

Espero estar enganado, mas a alta velocidade é companheira de 90% dos motoristas que passam pela Antônio Saad. Não corro mais em nenhuma rodovia ou avenida, quero viver, mas já passei por essa avenida à 120 por hora.

Postar um comentário