sexta-feira, agosto 19, 2016


SFR:Envolvido na morte de Renato Voigt chega a PG, após ser preso em Santa Catarina.

0

O elemento foi transferido de Santa Catarina onde foi preso para Ponta Grossa na tarde de quarta feira (17/08), ele é o segundo envolvido na morte do Renato Voigt,43 anos que foi assassinado em sua casa na região central de Ponta Grossa em março deste ano.

O crime aconteceu na Rua General Carneiro, no dia 18 de março deste ano, o corpo de Renato foi localizado, quando um familiar chegou na casa pela manhã.

A vitima havia sido amarrada, espancada e sufocada até a morte, alguns objetos foram roubados do local.

O primeiro suspeito de envolvimento no crime a ser preso foi Willian de 24 anos está cumprindo prisão preventiva desde o dia 12 de julho, quando foi preso no Residencial Costa Rica.

Segundo as informações Willian, teria cedido a casa para Willie se esconder depois do crime, e teria ficado com um objeto roubado da casa da vitima 

Em um trabalho conjunto da Seção de Furtos e Roubos da 13ª SDP de Ponta Grossa com a Divisão de Investigações Criminais da Polícia Civil de Balneário Camboriú, Willie Hidley Martins dos Santos, 20 anos foi preso na cidade de Itajaí no dia 14 de julho, mas só pode ser transferido esta semana para Ponta Grossa, onde foi ouvido ontem na 13ª SDP.

Segundo as informações da policia, ainda existe um envolvido na morte de Renato Voigt, que precisa ser preso

O delegado que esta a frente deste caso e preside as equipes da Furtos e Roubos DA 13ª SDP que investigam o caso é Mauricio Souza da Luz.

Os detidos possuem passagens policiais por tráfico de drogas, roubo e lesão corporal.






     Reprodução Facebook



Relembre a matéria publicada no dia do crime


O corpo de Renato Voigt,43 anos, morador da Rua General Carneiro que fica na região central de Ponta Grossa foi encontrado na manhã desta sexta feira.

Um familiar de Renato ao chegar pela manhã por volta das 07h, percebeu que a porta da casa estava arrombada e foi verificar, percebeu que tudo estava revirado, ao ir olhar melhor percebeu a vitima de bruços com os pés e mãos amarrados ele estava muito machucado.

Acionado o Siate do Corpo de Bombeiros, os quais ao chegarem no local acionaram a equipe médica do Samu que atestou a morte da vitima.

A forma utilizada pelo ladrão ou ladrões, foi muito cruel , pois após amarrar a vitima houve o espancamento com a vitima já imobilizada, e a crueldade foi tanta que o espancamento acabou com a morte de Renato.

Da casa foi notado primeiramente a falta de dois notebooks e um vídeo game.
A Policia Militar que atendeu a ocorrência acionou a Criminalística e IML , o corpo foi recolhido após a pericia ser feita no local.

Este crime é tratado como latrocínio pela Policia Civil que assumiu o caso, o terceiro registrado somente esta semana em Ponta Grossa( no primeiro caso, foram mortos o Cabo Pigatto da PM e Luci , sua namorada).









                                                                     Reprodução


0 comentários:

Postar um comentário