quinta-feira, novembro 17, 2016


Homicídios prende suspeito de matar mulher a pedradas na Ronda, havia indícios que ela teria sido violentada

1


Após investigação do Setor de Homicídios da 13ª SDP, foi detido na tarde de ontem (16/11) o suspeito de matar Maria Rosilda Rodrigues, 39 anos, que foi encontrada morta com pedradas na cabeça e com indícios de violência sexual na segunda feira na região da Ronda.

Após várias diligências os policiais chegaram no nome de Fabrício Ricardo Souza de Andrade,25 anos, como sendo o principal suspeito de ter matado a vitima.

Baseado nas informações apresentadas pela equipe de investigadores o delegado que preside o caso, Fernando Mauricio Jasinski pediu a prisão temporária do suspeito, a qual foi cumprida na tarde de ontem.

A abordagem e prisão aconteceram por volta das 18h na Praça Barão de Guaraúna, região central de Ponta Grossa.

Segundo as informações, o elemento teria sido a última pessoa a ser visto com a vítima ainda viva.

Há também uma testemunha que teria visto o crime e reconheceu o elemento como sendo o autor.

Com um Mandado de Prisão Temporário, ele foi conduzido para a delegacia onde negou que tenha cometido o crime, mas não soube dizer onde estava na madrugada de domingo para segunda, data em que o assassinato aconteceu.

O suspeito já tem passagens pela Polícia por lesão corporal, segundo as informações, ele é acusado de agredir outra mulher, a irmã e a própria mãe.

Fabrício Ricardo Souza de Andrade que foi detido com mandado de prisão temporária,vai permanecer preso a disposição da Justiça.
....................

                                  A fotografia é obra intelectual
E é protegida pela lei, art. 7., inc. VII, da Lei 9610/98:
Aviso !!!

A reprodução de imagens desta página em sites, grupos ou de qualquer forma sem autorização do administrador desta página está expressamente proibida.



.......
Relembre o Caso: Matéria postada no dia 14/11/2016:




O achado aconteceu por volta das 14h de hoje (14/11) em um terreno baldio na Rua Bolívia, na Ronda.

O corpo de Maria Rosilda Rodrigues, 39 anos foi encontrado por populares que acionaram a Polícia Militar.


O corpo foi reconhecido no local pelo seu ex-sogro que esteve no local da ocorrência.


A equipe, ao chegar no local da denúncia, constatou o fato e acionou os demais órgãos competentes e também o Oficial CPU da PM.


A vítima apresentava um quadro de asfixia mecânica, pois tinha uma blusa enrolada no pescoço mostrando que o assassino teria asfixiado a vítima, o corpo tinha também ferimentos na região da cabeça provocados por pancadas desferidas com pedaços de tijolo e concreto, restos de uma construção em andamento ao lado do terreno, local de onde os trabalhadores avistaram o corpo.


Rosilda também estava com o corpo seminu, o que não descarta a possibilidade de ter sido violentada antes de ser morta.


O Setor de Homicídios da Polícia Civil juntamente com o Instituto de Criminalística e o IML foram até o local.


O corpo de Maria foi recolhido pelo IML.

......

                                         A fotografia é obra intelectual

E é protegida pela lei, art. 7., inc. VII, da Lei 9610/98:
Aviso !!!
A reprodução de imagens desta página em sites, grupos ou de qualquer forma sem autorização do administrador desta página está expressamente proibida.






















Reprodução



1 comentários:

sandra disse...

engraçado se tinha testemunha que viu o crime, porque não comunicou a policia na hora que viu, porque ficou quieto, muito esquisito não acham pessoal.

Postar um comentário