segunda-feira, abril 17, 2017


Após roubo de 16 mil reais em jóias e dinheiro elemento é preso pela P2 na tarde de hoje

0

O crime foi registrado por volta de 13 horas desta segunda-feira (17/04), quando o infrator adentrou o estabelecimento comercial e, simulando estar armado, deu voz de assalto, roubando dinheiro, jóias e pertences de uma cliente.

A ação rápida de Policiais Militares do 1º BPM resultou na prisão do suspeito, pouco tempo depois. 

Informações colhidas durante as diligências policiais levaram a PM até um imóvel na Vila Borato, região do Bairro Chapada. Ao monitorar o local, perceberam a chegada do suspeito e o abordaram. Com o infrator, de 38 anos de idade, foram recuperados os objetos roubados. 

Suspeito de envolvimento em outros crimes da mesma natureza, ele foi encaminhado à delegacia, onde foi reconhecido pelas vítimas do delito.

Ponta Grossa, 17 de abril de 2017.

Fonte: Comunicação Social do 1º BPM.
.....
RS POLÍCIA

Foi preso nesta ação Antonio Gomes de Araujo de 38 anos, ele que já tem passagem por roubo, estava em liberdade há cinco meses segundo suas informações.

Antonio roubou em junho de 2015 a mesma joalheria, armado com um revólver ele levou cerca de 1.700,00 reais , um celular no valor de 2.500,00 e 14 correntes de ouro. 

Na época ele também foi reconhecido por ter praticado um roubo a uma ótica na região de Nova Rússia e foi preso pelo Serviço de Inteligência (P2) da Policia Militar.

Na tarde de hoje , por volta das 13h15 ele entrou na Joalheria e fazendo menção de estar armado , roubou 820,00 reais, um celular de uma cliente e 54 anéis de ouro.

As equipes do Serviço de Inteligência do 1º BPM de posse de informações sobre a autoria devido as imagens do local , montaram um monitoramento na região do Borato, onde o suspeito  mora com a família, algum tempo depois ele chegou na casa , carregando o produto do roubo em uma sacola plastica e recebeu voz de prisão.

Antonio disse que cometeu os crimes, pois teria praticado um roubo também em uma ótica na Dom Pedro II, porque durante estes meses que esta em liberdade não conseguiu emprego e por isso resolveu assaltar novamente, pois era um caso de "precisão" como ele enfatizou.












Imagens da prisão de 2015


0 comentários:

Postar um comentário